Uso de Medicamentos antes de Cirurgias

Home / Uso de Medicamentos antes de Cirurgias

Uso de Medicamentos antes de Cirurgias

Algumas medicações de uso contínuo devem ser suspensas antes da cirurgia, algumas devem ser mantidas e outras devem ser avaliadas caso a caso. A relação abaixo deve servir apenas como orientação, a decisão final de manter ou interromper uma medicação deve sempre ser avaliada pelo médico cirurgião.

1. Anticoagulantes e anti-agregantes plaquetários

Anti-agregantes plaquetários como AAS bem como os anti-coagulantes (Marevan, Cumarin) são indicados para reduzir o risco da formação de trombos em pacientes com problemas cardiovasculares. Pacientes em uso destas medicações devem suspender os mesmos devido ao maior risco de sangramento durante a cirurgia. O tempo necessário para a suspensão antes da cirurgia deve ser discutido com o médico.
Caso as medicações acima sejam estritamente necessárias, o médico poderá indicar o uso da heparina injetável, devendo isso ser discutido caso a caso.

2. Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios devem ser evitados por até 3 dias antes das cirurgias, porque também aumentam o sangramento durante a cirurgia.

3. Anti-concepcionais e Terapias hormonais

Os anticoncepcionais não precisam ser suspensos antes de cirurgias pequenas e em mulheres com baixo risco de trombose.
Medicamentos para reposição hormonal, como Tamoxifeno ou Raloxifeno, devem ser interrompidos 4 semanas antes da cirurgia, devido ao maior risco de trombose.

4. Diabetes

Medicações como Glimepirida, Gliclazida, Liraglutida e Acarbose devem ser suspensos no dia anterior à cirurgia. A Metformina deve ser interrompida 48 horas antes da cirurgia. Pacientes em uso de insulina devem manter o uso da
medicação a depender do tipo de insulina utilizada. No caso das insulinas de longa duração, como a NPH, é preciso que ela seja substituída para evitar a hipoglicemia durante o período de jejum / cirurgia.
Pacientes diabéticos devem ser monitorados cuidadosamente durante o período de jejum, o qual deve durar o mínimo de tempo necessário, de forma que idealmente o médico deve agendar estas cirurgias antes das cirurgias de outros pacientes, para evitar atrasos desnecessários.

5. Colesterol

Medicações da classe das estatinas, como a Sinvastatina e Atorvastatina, podem ser mantidos. OS demais medicamentos para tratamento do colesterol alto devem ser descontinuados no dia anterior à cirurgia.

6. Doenças reumatológicas

Remédios para osteoporose, artrite reumatóide e gota devem ser descontinuados no dia anterior à cirurgia.

7. Fitoterápicos

Plantas medicinais e remédios fitoterápicos devem ser tomados com cuidado, sempre informando ao médico o seu uso para avaliar a necessidade de suspensão antes da cirurgia.
Ginkobiloba, Ginseng, Valeriana, Erva de São João e o chá de alho devem ser suspensos 7 dias antes do procedimento.

8. Suplementos alimentares e drogas recreativas

Bebidas e suplementos ricos em cafeína, como café, chá verde e chá preto também devem ser evitados na semana anterior à cirurgia. Drogas ilícitas não podem ser utilizadas por uma semana antes da cirurgia, devido ao risco de
interação com as medicações anestésicas.

Remédios que devem ser mantidos

Anti-hipertensivos e antiarrítmicos, como Carvedilol, Losartana, Enalapril ou Amiodarona;
Corticóides de uso crônico, como Prednisona
Remédios para asma, como Salbutamol, Salmeterol ou Fluticasona.
Remédios para a tireóide, com Levotiroxina, Propiltiuracil ou Metimazol;
Remédios para gastrite e refluxo, como Omeprazol, Pantoprazol, Ranitidina e Domperidona.
Antibióticos
Medicamentos ansiolíticos, antidepressivos e anticonvulsivantes não são contra-indicados antes da cirurgia, mas seu uso deve ser discutido com o cirurgião e o anestesista, já que podem interferir em alguns tipos de anestesia e aumentar o risco de complicações.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

WhatsApp chat