Extrusão do menisco

Ao apoiar o peso do corpo sobre os joelhos, os meniscos ficam expostos a forças de compressão, que tendem a “expulsá-los” para fora da articulação. Isso não acontece devido à forte fixação dos meniscos em suas raízes anterior e posterior. As forças de tensão que geradas são responsáveis pelo amortecimento de cargas no joelho.

As lesões de menisco que levam à perda da continuidade de suas fibras circunferenciais fazem com que o menisco perca a capacidade de resistir a estas forças de compressão, levando à extrusão do mesmo para além das margens ósseas. Lesões das raízes meniscais, lesões radiais e lesões complexas estão relacionadas, desta forma, a extrusão do menisco. Lesões longitudinais ou verticais, uma vez que não comprometem as fibras circunferenciais, não estão diretamente associadas à extrusão do menisco.

Extrusão do Menisco Extrusão do Menisco

Deslocamentos dos meniscos por mais de 3mm para além das margens ósseas são consideradas significativas e passam a se comportar como um joelho após a retirada dos meniscos.

Os meniscos habitualmente ocupam o espaço entre o fêmur e a tíbia, e a extrusão meniscal contribui para o estreitamento deste espaço. Em decorrência disso, o joelho gradualmente perde seu alinhamento e passa a desenvolver deformidades em varo (quando o menisco medial é acometido) ou em valgo (quando o menisco lateral é acometido). A pressão de contato sobre a cartilagem aumenta e o joelho gradualmente desenvolve desgaste da cartilagem. A extrusão do menisco é um preditor independente do progresso da artrose.

Tratamento

Nas lesões meniscais agudas com extrusão meniscal, principalmente nos casos de lesão das raízes, deve-se fazer todo o esforço possível para o reparo da lesão com a recolocação do menisco em sua posição original. A meniscectomia (ressecção do fragmento de menisco rompido) aumenta a força despendida sobre a cartilagem e é um fator de risco independente para o desenvolvimento futuro de artrose.

Em lesões crônicas associado a desgaste articular e mau alinhamento do joelho, a cirurgia artroscópica para reparo do menisco não será capaz de recuperar a função meniscal. Uma opção a ser considerada, nesta situação, é a osteotomia, cirurgia que busca corrigir o mau alinhamento do joelho levando a uma redistribuição de forças e poupando o compartimento comprometido.

Contato
(11) 98865-7635
Whatsapp