PILATES

O pilates é um método de treinamento criado pelo alemão Joseph Pilates na década de 1920. Denominado inicialmente de Centrologia, a modalidade é atualmente conhecida pelo sobrenome de seu criador. Passou a ser difundido no Brasil a partir do início dos anos 2000 e hoje existem aproximadamente 35 mil estúdios especializados no país.

Os exercícios utilizam o peso do próprio corpo na sua execução, podendo ser realizados no solo ou com a ajuda de equipamentos exclusivos concebidos pelo próprio Joseph Pilates.

Estes exercícios trabalham vários grupos musculares ao mesmo tempo, através de movimentos suaves e contínuos, com ênfase na concentração, no fortalecimento e na estabilização dos músculos centrais do corpo (abdômen, coluna e pelve). O pilates busca também melhorar a mobilidade das articulações, melhorar a consciência corporal por meio de uma reeducação dos movimentos e melhorar a postura.

O pilates tem indicação tanto para pessoas sadias em busca de preparação física e uma melhora na qualidade de vida como para pessoas que buscam na atividade uma forma de melhorar um problema de saúde, especialmente aqueles relacionados às dores nas costas.

É o tratamento mais utilizado para as patologias da coluna vertebral, uma vez que promove o fortalecimento e reequilíbrio da musculatura profunda do abdômen (especialmente o músculo transverso abdominal) e promove uma maior mobilidade dos diversos seguimentos da coluna vertebral de forma segura e sem sobrecarga.


Desvantagens do pilates

1- Os exercícios são executados de maneira lenta ou em isometria (o praticante é orientado a ficar parado em uma posição por alguns segundos). Por envolver movimentos lentos, a modalidade não é boa para a perda de peso, e pessoas mais agitadas podem achar a atividade monótona.

2- O pilates é uma modalidade desenvolvida para ser praticada de forma individual – ainda que possa haver mais de uma pessoa no mesmo ambiente. Algumas pessoas se sentem mais estimuladas a permanecer na atividade quando estão em grupos, e o pilates é mais, digamos, “solitário”. Isso pode ser desanimador para alguns indivíduos.
Contato