LIGAMENTO DO JOELHO

LIGAMENTO DO JOELHO

A ruptura dos ligamentos do joelho é um dos problemas mais comuns em esportes que envolvem acelerações e desacelerações, mudanças frequentes de direção e contato físico com outros atletas. A gravidade destas lesões é bastante variável, bem como as opções de tratamento.

O joelho possui quatro ligamentos principais: Cruzado Anterior, Cruzado Posterior, Colateral Medial e Colateral Lateral. Os ligamentos cruzados são também conhecidos como ligamentos centrais e os ligamentos colaterais como ligamentos periféricos do joelho.

Alguns pacientes apresentam lesão isolada de um destes ligamentos, outros apresentam uma lesão combinada de dois ou mais ligamentos. Dor e inchaço no joelho após um movimento torcional devem levantar a suspeita de uma lesão de ligamento do joelho. Passada a fase aguda da lesão, a principal queixa é a falta de segurança no joelho, que pode ou não vir acompanhada de dor e restrição da mobilidade.

Ligamento Cruzado Anterior

O ligamento cruzado anterior (LCA) tem origem na parte da frente da tíbia (osso da canela) e corre para trás para se fixar na parte posterior do fêmur (osso da coxa). Ele tem a função de impedir o deslocamento da tíbia para frente em relação ao fêmur e é também um restritor da rotação do joelho.

Uma vez rompido, o Ligamento Cruzado Anterior não cicatriza ou cicatriza mais frouxo. Assim, ou se faz uma cirurgia para refazer o ligamento, ou será preciso conviver com sua ausência.

A ruptura do Ligamento Cruzado Anterior é a principal indicação de cirurgia entre jogadores de futebol ou atletas de outras modalidades que envolvem mudanças freqüentes de direção e contato físico com outros atletas.

O processo de reabilitação após a cirurgia é tão ou mais importante do que o ato cirúrgico em sí para o resultado final do tratamento. Sem uma boa musculatura, o ligamento será sobrecarregado e o risco de relesão aumenta muito, além de levar a um resultado abaixo do esperado.

Discutimos sobre os diversos aspectos relacionados a esta lesão no artigo sobre Lesão do Ligamento Cruzado Anterior.

Ligamento Cruzado Posterior

O Ligamento Cruzado Posterior (LCP) tem origem na parte de trás da tíbia (osso da canela) e corre para cima e para frente para se fixar na parte da frente do fêmur (osso da coxa). Assim, ele se cruza com o Ligamento Cruzado Posterior, como uma letra “X” – daí a origem do nome dos ligamentos. O LCP tem a função de impedir a posteriorização da tíbia em relação ao fêmur.

O principal mecanismo para a lesão do Ligamento Cruzado Posterior é um choque direto contra a parte da frente da tíbia, sendo isso decorrente de traumas esportivos ou acidentes automobilísticos.

Ao contrário do da ruptura do Ligamento Cruzado Anterior, a maior parte das lesões do Ligamento Cruzado Posterior pode ser adequadamente tratada sem cirurgia. A cirurgia fica reservada para casos com lesões ligamentares combinadas e eventualmente nas lesões Grau III em atletas competitivos.

Para saber mais, sugiro a leitura do nosso artigo sobre a Lesão do Ligamento Cruzado Posterior.

Ligamento Colateral Medial

O ligamento Colateral Medial (LCM) está localizado na parte interna do joelho. O principal mecanismo para a ruptura deste ligamento é um trauma direto na face externa do joelho com o pé fixo ao solo, de forma a provocar uma abertura na parte de dentro da articulação.

Esta é a lesão de ligamento do joelho mais comum no futebol – mais até do que a ruptura do Ligamento Cruzado Anterior. A diferença é que ela pode ser tratada sem cirurgia na maior parte dos pacientes.

Mesmo no caso de lesão completa ou lesão combinada com o Ligamento Cruzado Anterior, é possível tratar o Ligamento Colateral Medial sem cirurgia, usando-se para isso um imobilizador para proteger o ligamento em cicatrização. Caso o paciente persista com instabilidade após o tratamento, a cirurgia poderá ser indicada.

Para saber mais, sugiro a leitura do nosso artigo sobre Lesão do Ligamento Colateral Medial.

Ligamento Colateral Lateral

O ligamento colateral lateral (LCL) pode se romper quando o joelho é atingido no lado de dentro, sendo empurrado para fora enquanto o pé fica fixo no chão. Lesões mais extensas deste ligamento raramente acontecem de forma isolada, estando habitualmente associada à lesão de outras estruturas, especialmente ao que denominamos de canto posterolateral do joelho.

O rompimento do canto posterolateral (incluindo o Ligamento Colateral Lateral) é a lesão ligamentar menos comum no joelho, mas também a de maior gravidade. O tratamento envolve procedimentos tecnicamente exigentes e que até pouco eram considerados o “lado escuro do joelho”, devido ao alto índice de maus resultados. Com as melhoras nas técnicas de cirurgia e reabilitação pós-operatória, muitos atletas têm surpreendido com um retorno competitivo em alto rendimento.

Lesão combinada dos ligamentos do joelho

Lesões multiligamentares são lesões que acometem dois ou mais dos quatro principais ligamentos do joelho. Quando três ou todos os quatro principais ligamentos estiverem lesionados, é sinal de que o joelho pode ter se deslocado, caracterizando uma luxação do joelho.

Estas lesões ocorrem geralmente após traumas de alta energia, como acidentes de trânsito ou quedas de grandes alturas; eventualmente podem acometer atletas de esportes de contato, como futebol, lutas ou futebol americano.

Ligamento Cruzado Anterior + Ligamento Colateral Medial

Nas lesões combinadas do Ligamento Cruzado Anterior e do Ligamento Colateral Medial o paciente deverá na maior parte das vezes tratar inicialmente a lesão do Ligamento Colateral Lateral sem cirurgia para, em um segundo momento, realizar a cirurgia para o Ligamento Cruzado Anterior.

No caso de lesões Grau III do Ligamento Colateral Medial, a cirurgia dos dois ligamentos poderá ser feita de forma precoce, a depender da localização da lesão do Ligamento Colateral Medial (especialmente naquelas localizadas na inserção tibial do ligamento) e do nível competitivo no caso de atletas.

Ligamento Cruzado Posterior + Ligamento Colateral medial Ligamento Cruzado Anterior + canto posterolateral Ligamento Cruzado Posterior + canto posterolateral

Esta são lesões bastante instáveis e que devem ser tratadas cirurgicamente com a reconstrução de ambos os ligamentos em um único tempo cirúrgico.
Agende sua consulta