Hidroginástica e hidroterapia | Dr. João Hollanda

EXERCÍCIOS AQUÁTICOS: HIDROTERAPIA E HIDROGINÁSTICA

A realização de exercícios no ambiente aquático tem diversos benefícios para pacientes que sofrem com problemas ortopédicos, como fortalecimento muscular, melhora do equilíbrio, aumento da circulação sanguínea periférica, redução de hematomas, alívio de dores e estimulação sensorial, tátil e proprioceptiva.

O contato com a água provoca alterações fisiológicas em nosso organismo: a água quente aumenta a irrigação sanguínea da pele e dos músculos e ajuda na obtenção de relaxamento muscular, o que é benéfico para pacientes com contraturas articulares; já a água fria provoca o efeito contrário, diminuindo o fluxo sanguíneo

– o que pode ajudar na prevenção de inchaços, por exemplo.

O ambiente aquático anula parte do efeito da força da gravidade, tornando o corpo mais leve e permitindo a realização de exercícios com bastante exigência muscular porém sem colocar um estresse excessivo sobre as articulações.

Hidroterapia ou hidroginástica?

Tanto a hidroginástica como a hidroterapia consistem em exercícios realizados dentro de uma piscina, mas com métodos e objetivos diferentes. A hidroterapia é uma modalidade que deriva da fisioterapia e que tem foco principal na recuperação de lesões. Tem por objetivo a melhora pontual de um problema identificado pelo médico.

Ajuda na recuperação do inchaço, da mobilidade e da força na articulação doente. Pessoas com artrose do joelho ou no pós-operatório de uma reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior são exemplos de pacientes que podem se beneficiar da hidroterapia.

A hidroginástica é uma modalidade de treinamento e preparação física que visa melhorar o condicionamento físico geral do paciente, trabalhando múltiplas articulações de forma simultânea.

Por envolver menor estresse sobre as articulações quando comparado com as atividades realizadas em terra, permite um trabalho efetivo mesmo em pessoas que estejam com condicionamento físico mais limitado, de forma que pode ser utilizada como modalidade de transição até que se tenha condições de realizar atividades mais exigentes do ponto de vista físico.

Algumas pessoas se identificam com a hidroginástica e acabam por manter a prática a longo prazo.

O quadro a seguir indica as principais diferenças entre a hidroginástica e a hidroterapia:
Agende sua consulta