CROSSFIT

CROSSFIT

CrossFit é um método de treinamento registrado internacionalmente pela CrossFit Inc., empresa norte-americana responsável por criar o método. Por ser uma marca registrada, apenas os ginásios e academias – chamados no Brasil de boxes – que pagam royalties à CrossFitIncorporation podem utilizar o nome do treinamento para seus alunos. É também uma modalidade esportiva competitiva, com regras próprias para as competições.

Atualmente, o Brasil é o segundo país com mais boxes autorizados no mundo, sendo mais de 1.100 locais destinados à prática da modalidade – ainda distante do número de ginásios nos Estados Unidos, com mais de 7 mil locais registrados.

O CrossFit é um programa de treinamento de força e condicionamento físico que envolve a realização de exercícios que simulam atividades do dia-a-dia (exercícios funcionais), feitos em alta intensidade e com grande variabilidade (os exercícios são modificados a cada treino). Para isso, utiliza-se de técnicas de diversas modalidades esportivas, como levantamento de peso olímpico, ginástica e atletismo.

Em um treino típico, atletas e praticantes iniciarão o treino com um aquecimento, seguido da prática de uma técnica ou segmento de treinamento de força e, por fim, o WOD (workout of the day, ou treino do dia). A montagem do WOD muda a cada dia, mas tipicamente inclui uma mistura de exercícios feitos em alta intensidade por um período que varia entre 5 a 20 minutos.

Em alguns casos o praticante deverá realizar o maior número de vezes possível de uma tarefa específica em um tempo pré-determinado, e em outros deverá cumprir uma atividade no menor tempo possível.

O crossFit foi desenvolvido para ser aplicado em pessoas com condicionamento físico diverso: tanto pessoas sedentárias em busca de melhora na saúde como atletas competitivos em busca de preparação física podem se beneficiar da modalidade. O que varia é a carga / intensidade com que os exercícios são realizados.

Como exemplo disso, em um exercício no qual todos deverão levantar uma barra, uma pessoa poderá levantá-la sem nenhum peso extra enquanto outra terá que levantar a barra com 60 kg de peso.

Vantagens do crossFit:

1 – Treino curto e de alta intensidade: O treino é intenso e trabalha diversas aptidões físicas, como fortalecimento e preparo cardiovascular. Os exercícios envolvem diversos grupos musculares ao mesmo tempo, de forma que não se perde tempo com a execução de um exercício para cada músculo. Isso faz com que o treino possa ser realizado em um curto espaço de tempo e seja passível de ser realizado por pessoas que não conseguem dedicar longos períodos em sua rotina para a prática de atividades físicas.

2 – Adaptável a diversas condições físicas: O crossFit pode ser praticado tanto por pessoas sedentárias que buscam melhorar o condicionamento físico e a composição corporal como por atletas profissionais que se utilizam da técnica como forma de preparação física.

3 – Variedade: Os exercícios são modificados continuamente, de forma que dificilmente se cai na rotina e aborrecimento de fazer sempre o mesmo treino.

Limitações do crossFit:

1 – Limitação técnica: O CrossFit utiliza-se de fundamentos de modalidades esportivas como o Levantamento de peso olímpico, o atletismo e a ginástica olímpica. São todos esportes com alta demanda tanto do ponto de vista físico como técnico, e ainda que o CrossFit tenha uma parte do treino dedicada a esta melhoria na técnica, é discutível o quanto que estes poucos minutos são suficientes para isso.

Desta forma, o CrossFit pode ser uma ótima escolha para pessoas com musculatura forte e bem equilibrada, com boa estabilidade de tronco e escápula e que estejam habituados com os gestos esportivos das modalidades que estão em sua base. Pessoas que nunca tiveram o hábito de praticarem atividades físicas nem sempre têm uma adequada consciência corporal e nem os fundamentos básicos do treino de força, de forma que estarão mais vulneráveis a erros na execução dos exercícios e, por consequência, a lesões.

Da mesma forma, uma pessoa com artrose no joelho ou coluna, que não deveria realizar atividades de alto impacto, pode piorar sua doença de base quando os exercícios não forem adaptados à sua condição.

2 – Pouca personalização: Os treinos são definidos para o dia através do já mencionado WOD. O treino será montado pelo professor responsável pelo box e será via de regra comum para todos os praticantes, independentemente da experiência, preparo físico e eventuais limitações físicas do praticante.

3 – Maior dependência do professor: O crossFit utiliza-se de poucos equipamentos, os quais simulam atividades realizadas no dia a dia. São exercícios muito menos controlados do que aqueles realizados em um aparelho tradicional de musculação, o que torna o exercício mais sujeito a erros de execução. É preciso, portanto, que se tenha um professor experiente para montar um treino adequado ao grupo e atento para corrigir eventuais erros de execução da técnica.

Vale aqui ponderar a facilidade para a certificação no CrossFit, uma vez que o interessado precisa apenas realizar um curso de dois dias e ser aprovado em uma prova baseada em uma apostila. Com a certificação, poderá dar aulas e abrir o próprio box de CrossFit.

4- A idéia de “superação”: muito utilizada no CrossFit, faz com que muitos praticantes tentem cumprir tarefas sem que se tenha o preparo necessário para isso, preocupando-se mais em cumprir a tarefa do que com o como é feito para se cumprir esta tarefa.
Agende sua consulta